Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Amor Dilacerado...


O que fizeste a nós?
Porque nos matas-te?
Um amor tão lindo,
Tão intenso,
Sem fronteiras,
Sem vícios.
Onde te perdestes?
O que te faltou?
Como pudeste nos fazer sofrer tanto?
Elos partidos,
Almas sangrando.
Ainda dizes que me amas.
Se me amas porque me feris-te?
Dizias que eu era tudo para ti,
Que tudo é esse que de nada valeu?
Meu amor por ti não é piedoso,
Não tiveste piedade de mim,
Vivi por ti e para ti.
Só a ti me entreguei,
Nunca outra boca beijei.
Te entreguei minha alma,
Meus sentidos,
Todo o meu ser,
Minha vida em tuas mãos.
Vou partir!
Carrego comigo a dor do amor dilacerado...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 17/01/2006
Código do texto: T100120

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146142 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 10:31)
Dama De Negro