Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IN...JUSTIÇA SOCIAL

Pobres seres que optaram pelas esquinas
Nos cruzamentos da vida se perderam
E caminham levados por forças
Não se sabem de onde brotam.

Exatamente não uma opção própria
Mas uma imposição do destino
Numa passada lenta e angustiada
Por entre dezenas de carros contrários
Desvencilhando como podem.

Sentados a beira da calçada
Fazendo dali o seu leito de descanso
Um pão adormecido caído ao lado
O jornal por vezes seu cobertor

Coração bate num ritmo mais lento
As mãos trêmulas de tanta fraqueza
Gemidos lastimáveis saindo pela boca
A mesma não consegue nem falar.

No rosto o cansaço claro como a neve
Uma sede explode pelo corpo
Sede de justiça
Pedimos se faça.
Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 20/01/2006
Código do texto: T101541

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Alves Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
233 textos (13515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 02:11)
Julio Alves Filho