Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

TP Visões, só o começo...



TP Visões, só o começo...

Quando a boca seca,
o coração passa a vibrar e agitar.
Por uns instantes, formigamento,
homens de branco correndo, tudo vai acabar,
estão seguros na corda, com uma mão desajudar.



Calafrios ou ondas de calor, medo de morrer.
Parece que tudo vai acabar ou enlouquecer,
Os insetos multiplicam a mil,
É quando se acende o pavíl,
o que veio e o que pariu.


Passo a flutuar num mundo ausente
aterrorizo, de medo ou pavor violentos.
Transfiguração latente, tudo que me foi tirado
agora é que é mostrado todo o desconforto,
Onde foi minha vida, com que intento.


Existe uma luz no fim do túnel,
Bem fraquinha e preste a aniquilar.
Quem esta cego, é difícil de encontrar
No interior resta a escuridão,
correndo sempre atrás da falta de razão.



http://www.sobresites.com/poesia/forum/index.php
http://www.mardepoesias.com.br/forum/index.php
http://br.geocities.com/carlosdonizetideoliveira/poemas_poesias.html
Luto constantemente para dar pleno significado a minha existência.


 
Comendador Carlos Donizeti
Enviado por Comendador Carlos Donizeti em 20/01/2006
Código do texto: T101542
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Comendador Carlos Donizeti
Hortolândia - São Paulo - Brasil, 58 anos
135 textos (4260 leituras)
12 áudios (436 audições)
6 e-livros (567 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 02:48)
Comendador Carlos Donizeti