Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

sou

sou.
penso.
e divirjo de ser e pensar
constantemente:
Os medos me caem entre os dedos
de repente

sou
e sempre
a vida finge pensar
aquilo que nem se sente.

estou
impunemente
naquilo que nem sei
se sou tão sempre.
Aurélio Aquino
Enviado por Aurélio Aquino em 21/01/2006
Código do texto: T102026
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aurélio Aquino
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
375 textos (11677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:57)
Aurélio Aquino

Site do Escritor