Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vagar noturno

no fundo do copo
dramas e beijos
a angústia cabe inteira
num copo de cerveja
e quem não se mede
pela tristeza que engole
inventa um riso pela boca
num teatro enorme.
cada um é cada tudo
engasgado e entrançado
nas asperezas do mundo.
o olho escapa
das bordas do copo
e palmilha risos e seios
numa distância insólita
e o corpo consome a noite
e trama a madrugada
com a aguda extensão do tédio
que se escreve na cara.
em todos o bar agita
palavras de ordem de uma alegria
que permanece inconsumível.
Aurélio Aquino
Enviado por Aurélio Aquino em 21/01/2006
Reeditado em 06/07/2006
Código do texto: T102064
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aurélio Aquino
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
375 textos (11677 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:20)
Aurélio Aquino

Site do Escritor