Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ode ao calcanhar

hás de ter a brutalidade
e a delicadeza mais incauta
com que a vida fere, às vezes,
o peito urgente da pátria

não por seres balsa
que amolgas o desencontro
e te tens a tanto custo
na pauta dos teus passos
na escravatura do teu uso

mas antes por seres pássaro
da exatidão dos músculos
que teimam a liberdade
apesar de tanto susto.
Aurélio Aquino
Enviado por Aurélio Aquino em 21/01/2006
Código do texto: T102066
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aurélio Aquino
João Pessoa - Paraíba - Brasil, 64 anos
375 textos (11646 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:44)
Aurélio Aquino

Site do Escritor