Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MUNDO VIL

Em meio a essa selva de pedra
Meus olhos cansados procuram uma réstia de luz
Minh' alma está aprisionada tal qual acuada fera
Meu corpo exaurido já não sabe onde me conduz

Profundo desencanto se apodera de meus passos
Paralisando-os neste lodaçal de caminhos obscuros
Minhas mãos se erguem em súplica à procura de espaço,
Estou sufocada entre as paredes de concreto e os muros

O ser humano se perde em turbilhões que o mundo impõe,
A beleza se foi há muito e deu lugar à selvageria
O gestos são covardes, a ganância se sobrepõe
Aos anseios de felicidade e de harmonia

Somos irmãos e tão distantes de nós mesmos
Somos criaturas desacreditadas e sem amor,
Somos retirantes descrentes vagando a esmo,
Somos o refugo de nossa ambição e desamor...



Janeiro/2004
Vitória-ES

Baby
Enviado por Baby em 21/01/2006
Código do texto: T102128
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21957 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 04:37)
Baby