Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Em Tom de Bossa com Samba

Meu grito é silencioso,
Meu rosto quadrado
E entre tantas vidas e faces
Sou apenas mais um cara
Que fica na esquina de banda
Olhando a paisagem dispersa.
Carrego nos olhos um tom de alecrim
Verde, cinza e amarelo;
Por horas esqueço a bandeira
Que carrego durante as guerras...
Agora sou vácuo,
Tentando engolir o universo;
Sou louco, forte, mortal.
Flui pleno enquanto o amor durou
Por hora, me basta o aroma
De lírios e sombras, e...
Um pouco de paz,
Um caderno, um violão,
Um canto pra chorar,
Um tom de bossa com samba
E os versos escarlates de Maria Clarissa.
Donato Campos Dias Aguiar
Enviado por Donato Campos Dias Aguiar em 24/01/2006
Código do texto: T103398

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Donato Campos Dias Aguiar
Belo Horizonte - Minas Gerais - Brasil
94 textos (3251 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:27)
Donato Campos Dias Aguiar