Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Fuga noturna

Soa o uivo
       do homem só
que agonizado e perplexo
sai às ruas dissecando a noite,
logrando-a ...
deixando o seu passado em passos
e pedaços.

O homem, lancinante de si,
foge como quem morre,
esconde-se ...
disfarça o rosto entre os becos.

Ele, palpitando os bolsos
tira entre goles e enganos,
engasgues sufocantes, fumegando
seus lances.

Exalando dos seus pulmões
a tristeza rancorosa que aflige sua
garganta seca, escarrando a dor da solidão.

O homem sem ter  onde cair,
refugiando-se no beco, vela-se
nos cemitério de elefantes.
Gustavo Naufal
Enviado por Gustavo Naufal em 25/01/2006
Código do texto: T103442

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Gustavo Naufal). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Gustavo Naufal
Curitiba - Paraná - Brasil, 36 anos
71 textos (2030 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:16)
Gustavo Naufal