Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Manhã de Sol e Vento

Meu baio Florão de Tropa
Sabe o rumo do cambicho
E leva o trecho a capricho
Na sua marcha andarilha.

No bico trago a vaneira
E o gostinho da pinguancha.
Dê-lhe o flete abrindo cancha
Na manhã de sol e vento.

O azul do firmamento
Se reflete no lagoão
É um céu plantado no chão
Espelhando mil momentos.

Dê-le que dê-le na estrada
Que hoje eu pealei a pinguancha.
Vai, meu baio. Abre cancha
Na manhã de sol e vento.

iberemachado@yahoo.com.br
Iberê Machado
Enviado por Iberê Machado em 25/01/2006
Reeditado em 31/01/2006
Código do texto: T103563
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Iberê Machado
Viamão - Rio Grande do Sul - Brasil
30 textos (3288 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 07:02)
Iberê Machado