Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mesmo que tenha minha oração

Eu acho que nunca gostei de você
Sério
Realmente eu nunca me apaixonei por você
Nunca desejei você
Só enfeitei você
Só enfeitei você

Essas coisas sempre acontecem
Principalmente se estamos vulneráveis aos sentidos
Quando somos intimados a observar o mundo
Os pequenos detalhes
Começamos a enfeitar e instituir detalhes
Enfeitar o que vê
Enfeitar o que não se vê
E enfeitar você

Amanhã
Não quero confundir atração sexual
Com ilusões de amor puro
Pra não mais ficar enfeitando caminhos obscuros
Por onde caminham seus pés
Na busca incessante da satisfação imperfeita pra o meu mundo
Esse mundo que enfeita o absurdo
Só que não mais enfeita você

Porque eu não quero enfeitar você
Não mais enfeitarei você
Nem sei por qual motivo enfeitei você
Mas hoje não vou mais enfeitar você

NOTA: Faço citações das músicas: Zé, Eu Quero Enfeitar Você, Não Chore, Homem, ambas de Vanessa da Mata.
Túlio Henrique Pereira
Enviado por Túlio Henrique Pereira em 25/01/2006
Código do texto: T103625

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Túlio Henrique Pereira). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Túlio Henrique Pereira
Itumbiara - Goiás - Brasil
82 textos (10091 leituras)
3 áudios (823 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 06:43)
Túlio Henrique Pereira