Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMARGURA DE UM POETA

Infeliz poeta
Neste dia de amargura
Sem aquele teu fulgor
Murcha como uma  flor.

Na estrada a caminhar
Pensamento longínquo
Daqueles momentos
Em intensa inspiração.

Ao dobrar a esquina
Num instante
Grande é o tormento
Ali não encontra
A pequena musa.

Principiando a loucura
Ouve atrás de ti
Um triste ressonar
Sorriso largo
Olhas para ver
Foi nada mais
Que simples ilusão.
Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 25/01/2006
Código do texto: T103791

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Alves Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
233 textos (13519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:17)
Julio Alves Filho