Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VANESSA

Ainda é pequenina
Os olhos matreiros, atenta com detalhes
Pois tudo a volta é um desconhecido
Num impulso vai descobrindo
O que há em cima da mesa
O que tem embaixo da cama
Sem maldade puxa aqui, revira acolá
Impetuosa se desvencilha do olhar materno
A procura de mais e mais aventura
O dia vai passando depressa
Depressa demais para seu gosto
Vai descortinando a noite
A luta contra o sono vai aumentando
Os olhos pesados então vão se fechando
Dorme Vanessa que a cuca vem pegar.


HOMENAGEM A MINHA FILHA CAÇULA
Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 26/01/2006
Código do texto: T104051

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Alves Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
233 textos (13515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 00:33)
Julio Alves Filho