Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FOME DE ALIMENTO

Difícil, para quem nunca sentiu fome de alimento
Avaliar a dimensão da dor de quem a sente diariamente
Imagina-se apenas, que seja o maior tormento,
Querer se alimentar e não ter nada, nada, absolutamente!
 
Essa avassaladora catástrofe que se alastra
Como um câncer entre os menos favorecidos
Faz com que, a revolta de toda uma raça,
Produza tantos seres embrutecidos
 
Embrutecidos pela dor de ver tantas crianças
Morrendo esquálidas em decorrência da inanição
Aí se vai, de dentro de cada um, a esperança
De vislumbrar um futuro melhor em qualquer nação
 
Esperar o quê de nossos governantes
Preocupados apenas em abocanhar os frutos da corrupção?
Mais uma vez é o povo solidário e atuante
Que vai em auxílio dessa sofrida população
 
Continuemos coesos e firmes meus irmãos,em nossa luta
Mesmo sabedores que somos,que é uma luta de poucas vitórias
Mas tenham fé e já que não podemos mudar o começo dessa labuta,
Que possamos dar um final mais digno a essa terrível história!
 
 
10.01.2006
Vitória-ES
Baby
Enviado por Baby em 31/01/2006
Código do texto: T106330
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21960 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:09)
Baby