Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Loucuras

Vesano!
Crês no que vê?
Infanda visão lhe cobre os olhos!
Este que me tem nos braços
Vem d’alma impura
Seus pesadelos cabalísticos os fazem vê-lo

Durma, meu senhor de terras fulvas.
No além próximo haverá de estar
Enquanto selo em teu leito meu nome em luto
És no éter redentor
 
Deixa-me neste abismo
Vigiando o sangue gotejar ao nada

Vida, oh vida!
Vulto maligno que não se pode decifrar
Sinto longe a tua voz desvanecer
Cálida, inerte, perpétua enquanto sonho,
Mais um sonho de morrer.
Gabriela Malheiros
Enviado por Gabriela Malheiros em 03/02/2006
Código do texto: T107736
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gabriela Malheiros
Brasília - Distrito Federal - Brasil, 26 anos
15 textos (1006 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 08:26)
Gabriela Malheiros