Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vem comigo...

Que bom que vieste,
Estava ansiosa por ti,
Me sentindo sozinha.
É tão difícil ficar longe de ti,
Sem o calor do teu corpo junto ao meu,
Sem teus braços me apertando até me sufocar.
Não sentir teu doce beijo,
Sem poder tocar  em tua pele macia e quente,
Não ter tuas mãos me explorando,
Teu cheiro me faz delirar.
Viajo em cada milímetro de ti.
Ah! se soubesses a falta que me fazes,
Como é difícil não te ter comigo.
Quando chegas sou luz, sou fogo e delírio,
Quanto te vais sou lua sem brilho.
Mas agora estás aqui, comigo, és meu,
Me toma em teus braços, sou tua.
Cuida deste fogo que em mim arde,
Mata minha vontade de ti,
Sacia os teus e os meus desejos,
Me envolve em todo o teu ser.
Somos um só corpo um só sentir,
Unidos pelo fogo da paixão,
No mesmo compasso,
Saciando os desejos,
Nos tornando insanos e pervertidos.
Me toma em teus braços,
Vem comigo amar, não para, não pensa,
Deixa os sentidos em nós falar.
Eu te quero, vem comigo...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 07/02/2006
Reeditado em 07/02/2006
Código do texto: T108861

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146152 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 11:04)
Dama De Negro