Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DECOMPOSIÇÃO

Uma lagrima sincera
Não impedirá
Que cavem mais uma cova,
Que disparem mais um tiro,
Que tirem mais uma vida.

Olhos cheios d´água
Viram a inexistência
Do ser dito humano,
E a existência dos rastros de carneficina
Deixado pelo ser racional.

Um corpo multilado
Pela realidade,
Lamenta-se
Com os olhos cheios d´água.

Infelizmente isso não empediu
Um ato de ignorância
Só mudou os própios olhos
Que se revoltaram
Ao se transformar
Na própia dor.
        Moizaniel
Moizaniel
Enviado por Moizaniel em 08/02/2006
Código do texto: T109452
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Moizaniel
São Luís - Maranhão - Brasil, 27 anos
11 textos (487 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 01:13)
Moizaniel