Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CAIS

Confiante deixo o cais
Sem rota e destino
Lancei-me ao mar...
Levei desventura, incertezas!
Deixei o amor com certeza...
Não respeitei tábua das marés
Tormenta, vagalhões!
Varrendo o convés
Turbulência...
Casco rasgado
Fúria dos ventos
Velas rasgadas
E eu só...
Nem Netuno atendeu
Ao grito de desespero
Arrependimento...
Quero regressar ao cais!
Sentir-me protegida
Receber amor, carinho e guarida!
Em águas desconhecidas
Desrespeitando as marés
Não me aventuro mais...
Rei dos mares, Yemanjá
Ninfas e Sereias
Ajude-me regressar...
Onde estará meu cais?

08/02/2006*17:14
Santos SP
Nadir DOnofrio
Enviado por Nadir DOnofrio em 08/02/2006
Reeditado em 27/04/2011
Código do texto: T109612

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir DOnofrio
Santos - São Paulo - Brasil
941 textos (96685 leituras)
145 áudios (12768 audições)
18 e-livros (4283 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 08:38)
Nadir DOnofrio

Site do Escritor