Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ah! Meu Querido! Que pena!

 
 
Ah!  Meu querido!
 

Eu ainda vivo sonhando

Quanto tempo vem sendo perdido...

Hoje ainda estive pensando...

Que teria sido feito de ti?

 

Ah! Meu querido!

 

Passei a manhã inquieta

A tarde toda preocupada

Você que não se manifesta

Deixa-me tanto agoniada
 

Ah! Meu querido!

 

Quando você se foi eu pensei

Que seria por pouco tempo

Mas agora eu bem sei

Não voltastes e eu fiquei

 

Ah! Meu querido!

 

Não entendi no momento

Que mentias para mim

Acreditei tanto em ti

Mas querias mesmo o fim

 

Ah! Meu querido!

 

Fico a pensar para que mentirias prá mim?

Por que não me disseste a verdade?

Seria tão complicado assim?

Ou seria só pura maldade?

 

Ah! Meu querido!

 

Que injustiça tu fizeste

A este pobre coração

Que ainda tanto te espera

E vive só de ilusão

 

Ah! Meu querido!

 

Que pena ter sido assim

Mas agora não tem importância

Houve o tempo do amor

Agora restou a dor

 

Ah! Meu querido!

 

Guardo com muito carinho

Aquela flor que me deste

Dou-lhe um amoroso beijinho

Embora só ela me reste

 

Ah! Meu querido!

 

O triste nisso tudo

É ficar esse vazio

E para esse mundo tão grande

Eu sei que você partiu

 

Ah! Meu querido!

Que pena!

 

Eliana Braga

Gaivot@

12/02/06

Cps/Sp

22:00hs

 

 
Gaivota
Enviado por Gaivota em 13/02/2006
Reeditado em 13/02/2006
Código do texto: T111165
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Gaivota
Campinas - São Paulo - Brasil
115 textos (4906 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 23:05)
Gaivota