Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A fome

A fome é a bala que mata
A fome é a mola do assalto
A fome é o prelúdio da morte
A fome faz perder a batalha
A fome derrota exércitos
A fome atrofia a espécie
A fome tem cara feia
A fome dói
A fome não tem Deus, tem adeus
A fome não tem distinção de cor
A fome não tem distinção de religião
A fome não tem distinção de raças
A fome protesta
A fome é a melhor cozinheira
Só a fartura mata a fome e não é crime
E só com fartura a vida continua


Poesia escrita em 01/07/2003
Raimundo Otoni
Enviado por Raimundo Otoni em 14/02/2006
Reeditado em 14/02/2006
Código do texto: T111872
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Raimundo Otoni
Londrina - Paraná - Brasil, 86 anos
39 textos (3459 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 08:48)