Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje chorei...

Hoje chorei... confesso que chorei sim...
Acreditei poder ser tudo melhor,  sempre...
Seguir na vida plantando somente o bem.
Chorei, como chorei da maldade, a semente...
 
Chorei de impotência diante da desumanidade,
Por ver irmãos perversos... e tão egoístas....
Por saber que o amor não vinga, não dita regras,
Que só vence o mal...  o ódio dos materialistas...
 
Hoje chorei, chorei sim. Vendo inocentes
Morrendo sem entender a dor da fome...
Vi crianças brincando no meio do lixo...
Políticos difamando, do meu país, o nome...
 
Hoje chorei, chorei sim... vendo a sabedoria
Da idade, se acabando no asilo, na orfandade.
Chorei a bondade hipócrita da humanidade...
O meu Brasil... famoso... pela imoralidade...
 
Chorei por temer quem caminha ao meu lado,
Por ver passantes... me olharem assustados...
Só o pranto pode aliviar tanta  decepção...
De ver irmãos completamente abandonados!
Mary Trujillo
04.02.2006
 
Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 15/02/2006
Código do texto: T112228

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25774 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 16:40)
Mary Trujillo