Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AS MOÇA DA CACIMBA

AS MOÇA DA CACIMBA
Marcial Salaverry
 
Essas moça da cacimba,
qui vai si banhá na bêra du rio,
porvoca uns rupio,
uma vontade di num sei u quê...
Bem meuzamô,
Inté fiqui arrupiado,
cos pelo tudu oriçado,
só dimode pensá
nus cherinho da muierada,
tomano banhu pelada,
cas coisa tuda balangando...
Só dimaginá, sinto as coisa creceno,
i tô querendu i inté lá,
pra modi apreciá
e si arguma dé preu,
num faço cirimona,
i parto primriba dela...
quinem meu cão fais cas cadela...
 
Marcial Salaverry
Enviado por Marcial Salaverry em 14/04/2005
Código do texto: T11228
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marcial Salaverry
Santos - São Paulo - Brasil, 77 anos
19851 textos (1962254 leituras)
3 áudios (855 audições)
6 e-livros (2134 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:34)
Marcial Salaverry