Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Eu vi... juro que vi!...

Não é só político que é safado não!
Já fui em enterro onde cada um disputava
o defunto para mostrar quem era
o mais íntimo do finado...
Marquei bobeira...
Ora... - Sobrou pra mim meu irmão!
Já vi a Dona coisinha fofocar da fulaninha,
Depois as duas meterem o pau na vizinha...
Já vi, em corrente de oração, tirarem meu
Nome para anunciar a dor em primeira mão!
Já vi o rei momo, o rei do gado e o rei bobão!
Falando em poesia, sempre tem uma confusão,
É uma zueira, uma gritaria, pega ladrão!
Eu vi... eu vi... juro que vi... o homem da paz
Passar mil vezes no meu monitor...
Outra vez tiraram meu nome,
Faça-me o favor!!!
Falam em nome da amizade,
Da sinceridade, com rima ou não,
E tome fofoca,
Meu nome sai até no Estadão!
Eu vi... juro que vi!...
Mas quer saber minha opinião?
Não tenho medo de nada,
Não devo nada pra ninguém
Nem vivo do mensalão!
Levo a vida numa boa, rindo até
de má notícia,
Morro de rir e não entro em depressão!
Segura essa que vou buscar outra
Meu irmão!
 
Mary Trujillo
10.12.2005

Respeite os direitos autorais
Mary Trujillo
Enviado por Mary Trujillo em 18/02/2006
Código do texto: T113306

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Mary Trujillo
São Paulo - São Paulo - Brasil
387 textos (25775 leituras)
41 áudios (1840 audições)
8 e-livros (1171 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:08)
Mary Trujillo