Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AGONIA DE UM RIO


Latejam, em minha lembrança,
Os meus tempos de criança:
Os mergulhos, rio adentro,
Famílias extraindo o seu sustento,

Outras, lavando louças.
Era um ir e vir de mulheres úmidas,
Equilibrando suas trouxas
Por uma estreita e congestionada avenida.

E rio majestoso, lento deslizava,
Adentrando às verdes matas, abrigava,
Água límpida e abundante.

Hoje, um fio de água morta,
Descrevendo em linha torta,
O suplício de um rio agonizante.

GILBERT
Enviado por GILBERT em 26/02/2006
Código do texto: T116207
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
GILBERT
São José dos Campos - São Paulo - Brasil, 52 anos
38 textos (2468 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:22)
GILBERT