Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

FECHE SEUS OLHOS

Rios, correndo por desfiladeiros como se fosse mágica, tudo parece ser desenhado e orquestrado. Nada de lagrimas, este é meu caminho,meu lugar. Lembranças que surgem na minha mente revivem amores, dores, frustrações e como vieram se foram.

Raivas, mágoas escondidas ecoam no vazio do tempo, sinto o frescor do vento que sopra entre as arvores. O canto de um pássaro solitário, ecoa entre as montanhas, levando uma mensagem de liberdade entre a natureza.

A garoa fina que bate em meu rosto, parece trazer uma nova idéia e uma nova inspiração. Quando olho para o céu e vejo o manto das nuvens, recobrindo este lugar, sinto tudo ganhar vida. Os meus pensamentos voam e se perdem em delírios.

Aqui não há lugar e nem espaço para sentimentos ruins, rancores abertos e escondidos, coisas que nos fazem chorar e que matam nossos anseios. Tudo é possível de se realizar, desde uma simples vontade até o mais difícil de se imaginar.

Como é maravilhoso o pôr do sol, cada pedacinho dele se escondendo parece que conta um pouquinho da história do mundo. Inexplicável sensação de perda quando ele se vai, só compensada pela beleza de uma lua maravilhosa que surge.

Noite clara, dentro de uma escuridão imponente, que revela milhares de estrelas. Estrelas que escutam vários pedidos, que escondem muitos segredos, que abrigam anseios, estrelas que realizam sonhos e que nos fazem confiar no amanhã!

Espero que aqui também seja o seu lugar, porque aqui você vai encontrar um novo amanhã, uma nova esperança. Quando você achar que tudo acabou, se enganou, porque esta apenas começando. Feche seus olhos e se encontre, olhe para dentro de você!
J Larbak
Enviado por J Larbak em 05/03/2006
Reeditado em 26/02/2007
Código do texto: T118857
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
J Larbak
São Paulo - São Paulo - Brasil, 59 anos
78 textos (9226 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 00:00)
J Larbak