Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Perdido no horizonte

Cala a boca que tem fome
Cala a esperança do homem

Do sonho perfeito que um dia despertou
Entre a fé risonha das primeira manhãs
Perdendo a identidade do que fui e do que sou
Quem sabe travada entre guerras vãs

Entre guerrilhas assim tão particulares
Que o poder construiu entre as trincheiras
Resguardada de todos os olhares
Da idolatria submissa das freiras

E, por este olhar perdido no horizonte
A lágriama não molha a alma já resequida
Umidece o rosto, tão somente a fronte
Expondo ainda mais a nossa ferida

A nossa condição de ser um humano incapaz
Que não se emociona nem com a dor, nem com a fome
Que perdeu o caminho da paz
Não acreditando no amor entre os homens


Março/2006
Helcio Gonçalves
Enviado por Helcio Gonçalves em 06/03/2006
Código do texto: T119465
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Helcio Gonçalves
Bacabal - Maranhão - Brasil, 56 anos
41 textos (2224 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 22:40)
Helcio Gonçalves