Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

EU E VOCÊ

Me pego a pensar em ti sem querer
Transformando mentira em verdade
Mas a perco no rol do impossível
Por que eu apenas sonho, e você... realidade.

Persigo-te entre nuvens carregadas
Ofusca-me porém o sol que lá fora reluz
Perco-te novamente no tempo
Por que eu sou apenas sombra, e você... luz.

Busco-te entre tantos caminhos
Rogo a Deus a presença tua
Mas ele me nega e me diz:
Que eu sou apenas sol, e você... lua.

Me arrasto por caminhos vãos
A buscar-te, atrás de alegria
Mas também vã é a minha busca
Pois eu sou noite, e você... dia.

Se molham meus olhos ao, de ti, lembrar-me
Lavam meu corpo me tiram a mágoa
Mas em vapor se convertem as lágrimas
Por que eu sou fogo, e você... água.

Povoa minha mente triste
Sua presença jamais esquecida
Guardo-te, então, no cofre das lembranças
Pois eu sou apenas morte, e você... vida.

Grito aos ventos minha dor
Ouve meus gritos, mas nada fala
Desespero-me a bradar meus desejos
Por que eu sou apenas gritos, e você... se cala.

Sonho, um dia, encontrar-te na espera
Sorrindo pra mim somente, visão encantada
Mas só vejo o que sonho ver,... que ilusão
Por que eu sou só casa, e  você... estrada.

De estar contigo é a vontade que sinto
Conviver contigo seria a emoção mais bela
Mas abro os olhos e estou sozinho
Por que sou apenas quarto, e você... janela.

Me apavora a ausência
A falta de amor, a vontade indeferida
Choro, lamento, levanto ao vento o lenço branco
Por que eu sou apenas encontro, e você.... despedida.

Eu ilha, você continente
Eu terra, você mar
Eu vou, você volta
Eu solo, você... ar.

Eu chego, você vai
Eu fico, você parte
Eu calor, você frio
Eu suaviso, você... arde.

Eu cela, você mundo
Eu preso, você livre
Eu tristeza, você alegria
Eu morro, você... vive.

Quisera soubesses que só de lembranças tuas
Se alimenta a minha existência
Pois se o impossível resiste
Resiste também minha insistência.

Insistência que se dobra
A triste e cruel verdade:
Serei, para sempre, esperança,
E você, para sempre,... SAUDADE.
Jose Dias
Enviado por Jose Dias em 09/03/2006
Reeditado em 09/03/2006
Código do texto: T120840
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Jose Dias
Presidente Prudente - São Paulo - Brasil, 53 anos
30 textos (22863 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 09:02)