Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mendigo

Mendigo

O chão frio da calçada
é onde faço meu leito
e com fome me deito
toda madrugada.

Ponho-me de mãos estendidas
com os olhos no vazio
enquanto secretamente me rio
quando escandalizam minhas feridas.

Sou chaga aberta nas ruas
coberto de panos rasgados
recolhendo alguns trocados
cobiçando coisas tuas.

Não finjas que não me vês estendido
nem desvies os olhos de minha figura
não reproves minha falta de compostura
pois sou o que poderias ter sido.

Ouro Fino, 11/03/2006
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 11/03/2006
Código do texto: T121727

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56474 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 23:58)
Mauro Gouvêa