Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DEVANEIO

A porta estava entreaberta
E por ela entravam os sonhos
Serpentinas e purpurinas amarelas
Saltitavam ante meu olhar tristonho
 
Me convidavam a ver lá fora
O carnaval colorido na avenida
Onde a felicidade sempre mora
Nos corações cheios de vida
 
Covarde que fui... Continuei parada
Sem coragem de sorrir, aqui fiquei
E enquanto o carnaval passava
Sentei-me no chão e chorei...
 
Chorei por mim,
Chorei por nós,
Por tudo o que não fomos,
Sentindo uma dor feroz...
 
E o carnaval passou,
A dor continuou, você não voltou
O sonho se acabou
A porta se fechou...
 
                             
 

15.10.2003
Vitória-ES
Baby
Enviado por Baby em 15/03/2006
Código do texto: T123634
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baby
Vitória - Espírito Santo - Brasil
587 textos (21958 leituras)
2 e-livros (177 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 20:48)
Baby