Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Marcha do Desespero

Proponho a todos nós, os desesperados
não dizer mais nada
e numa marcha frenética rumo a dor
nada mais temer, nada mais sentir
nada mais querer
apenas os silêncio indicando a direção.
E, quando chegarmos frente ao precipício...
não pular.
Penso que, diante de nosso próprio fim
talvez possamos encontrar algum sentido
em nossas tolas e mesquinhas existência.





-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-*-

Para todos aqueles que como eu, um dia tiveram a pretensão de poder se livrar de tudo, mas perceberam que a solução era começar, em vez de acabar
Izabelinha
Enviado por Izabelinha em 16/03/2006
Código do texto: T123926
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Izabelinha
São Paulo - São Paulo - Brasil, 30 anos
3 textos (68 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 06:11)
Izabelinha