Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Parar e Observar

Quem entre vós sabe o momento certo
Em que devemos parar no meio do caminho
E observar tudo que fizemos e tudo que ainda podemos fazer?

Há o momento que devemos caminhar
Sem para trás olhar.
E também há o momento de parar e observar.

Não devemos ficar pensando somente no que já foi
Mas é preciso ter em mente os erros e tropeços,
Para que eles não voltem, pois podem ser tornar círculos viciosos.

Meu pretérito não é perfeito
E não quero que meu futuro seja do passado
Sei que ele é incerto e está em aberto.

O dia não tem pressa,
Nós temos em exagero,
Mas pressa do quê?

Envelhecer?Pagar?Receber?Aproveitar?Amar?
Vivemos tão apressados
Que não temos tempo de olhar o que fazemos.

Enquanto escrevo esses versos
Estou pensando que preciso fazer outras coisas
E onde fica a minha atenção?

Você que lê esses versos
Também deve pensar no que irá fazer em seguida,
Uma coisa é certa: alguma coisa será feita.

Nessa vida de compromissos e datas marcadas
É humanamente impossível parar e observar
Se o que fizemos valeu a pena e se o que queremos fazer também valerá.

Entre o ontem e o amanhã
Existe uma brecha, um intervalo.
O passado pode ter sido de glórias,
Mas o importante é que o futuro seja de vitórias.

16/03/06
Miguel Rodrigues
Enviado por Miguel Rodrigues em 16/03/2006
Código do texto: T124084
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Rodrigues
Barueri - São Paulo - Brasil, 33 anos
1434 textos (42656 leituras)
6 e-livros (1681 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 14:06)
Miguel Rodrigues