Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estrige (coruja-das-torres)

Como ousa não se sujeitar à humilhação?!
Como se atreve pedir por socorro?!
Receba o lisonjeio de agregar-se ao meu horto,
Relaxe e sinta a mórbida sensação

Renegue-se a sua infame vida mortal
Agrade-me, como quem beija o dia de um coveiro!
Adule-me, como quem amamenta um cordeiro!
Sucumba à avidez de satisfação carnal

São regras de meu pacto diabólico,
Mas não tema, porque do olhar tão melancólico?
Alto teor de vampirismo fora diagnosticado

Oh! Virgem infértil e impura
Minha volúpia incansavelmente perdura...
O meu êxtase cobiçado é teu escarlate sangue raptado!
Carlos Henrique Toledo
Enviado por Carlos Henrique Toledo em 18/03/2006
Código do texto: T125074
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlos Henrique Toledo
Jacutinga - Minas Gerais - Brasil, 28 anos
18 textos (480 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 18:44)
Carlos Henrique Toledo