Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Conselhos de espelho

Sabes que as laminas te abriram
novamente as mãos,
que deixastes abater-se com a presença
das multidões.
Onde estavas quando te fizeram
presa fácil?
O despertador nunca para de tocar
e é sempre dia no equador.
Nada completamente víceral,
problemas de ordem química.
Há de se pensar melhor e mais,
abster-se de sonolência é sempre
o melhor começo.
Lembras quando te disseram
que és melhor do que pensa?
Não existe sangue em tuas
mãos cortadas.
Tuas unhas foram aparadas
ontem à noite.
E lembre-se:
O despertador nunca para de tocar
e é sempre dia no equador.
Dil Erick
Enviado por Dil Erick em 19/03/2006
Código do texto: T125468
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Dil Erick
Macapá - Amapá - Brasil, 29 anos
325 textos (13535 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 22:37)
Dil Erick