Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DE CANTINHO EM CANTINHO

DE CANTINHO EM CANTINHO


Vou de Cantinho em Cantinho,
Elevando a Poesia
E levar o meu carinho,
A todos com alegria!...


Quero deixar esclarecido,
Alguma dúvida ingrata...
Porque já fui elegido,
De Poesia “Barata”...


Não se compra nem se vende,
Existe onde está a Veia...
Não se ensina, não se aprende,
Colhe-se o que se semeia...


Eu sou intervencionista...
Porque me obrigam a ser;
Mas sei que sou realista,
Na Poesia a valer!...


Quero deixar esclarecido,
E assim é que deve ser!...
Procuro sempre o sentido
De ela isenta aparecer !...
João da Palma
Enviado por João da Palma em 23/03/2006
Reeditado em 11/12/2006
Código do texto: T127420
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João da Palma
Portugal, 77 anos
101 textos (8782 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 25/03/17 04:44)
João da Palma