Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

As Cortinas do meu Quarto

As cortinas do meu quarto estão fechadas,
Toda hora depois do almoço, é o mesmo ritual,
Pra não entrar moscas nem a claridade
Nem ao menos a claridade natural

Aquela claridade que nos dá vida
Tudo aquilo que vem do sol, toda a ardência,
Hoje, não quero ver, ao menos nesse dia,
Eu quero ficar sozinho, e sentir sua presença.

Todos os dias, é a mesma rotina,
Fecho todas as cortinas
Somente as que deixam a luz entrar

As cortinas do meu quarto, me impede,
De ver tudo aquilo que se passa lá fora
Por isso prefiro a verdade, pelo menos hoje, não enfrentar.
O Escritor Randômico
Enviado por O Escritor Randômico em 26/03/2006
Reeditado em 27/12/2006
Código do texto: T128600
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor e o link para a obra original). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
O Escritor Randômico
Curitiba - Paraná - Brasil, 28 anos
61 textos (5639 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 08:12)
O Escritor Randômico