Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tolices

             Tolices


Queria de dizer... tolices...
Qualquer coisa... o mínimo talvez...
E se eu não conseguisse, que eu tentasse outra vez,
Mas, pelo menos, ter certeza que eu disse!


Não que eu te amasse,
Que eu te queria eternamente,
Mas que, se você me deixasse,
Eu ficaria tão só, somente...


Mas eu queria ter, sem ter que te dizer;
Queria que me desses, sem ter que me ouvir:
Teus braços! Um aconchego a me aquecer!
Teu colo! Lugar seguro pra eu dormir!


Ter tuas mãos, tão poderosas, a me proteger;
Tua voz, música suave pra eu ouvir;
Teu corpo, lugar segura pra me perder,
Caminhar, vasculhar e nunca mais sair!


Queria ter tua boca não somente pra falar;
Queria que teus olhos me olhassem além da imaginação;
Queria ter teus lábios eternamente a me beijar;
Queria te ter todo, tão maduro, me causando sensação...


Queria ter teu pensamento
E nele poder mandar...
“A primeira ordem, no momento:
Só em mim podes pensar!”


Queria, queria, queria, enfim,
Tanta coisa que, não sei, se posso ter:
Queria que você gostasse mais de mim,
Pra eu poder, sem medo, gostar mais de você!


Queria poder confiar mais em você,
E ter a confiança de confiar cegamente,
Confiança tanta que nem em mim consigo ter...


Queria, agora, poder continuar!
Mas falta-me algo que, certamente,
Quando eu estiver com você, não vai faltar!
Sil Pires
Enviado por Sil Pires em 27/03/2006
Código do texto: T129142
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Sil Pires
Duque de Caxias - Rio de Janeiro - Brasil
2 textos (109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 12:31)
Sil Pires