Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

todo poeta não é são

todo poeta não é são,

fica sempre uma loucura
confluindo coa verdade,
sempre um gole a mais de vinho,

fica sempre uma paixão
caminhando à noite insana,
uma rosa e sangue e mortes,

sempre muitas mortes num só tomo,
sempre muita noite n’ânsia e em sonhos,
sempre os sonhos ilusórios
e os espectros passeando galerias segredadas
a um acaso do destino.

fica sempre um estribilho
que não toa uma canção,
uma nota sem morada
sobre a pauta torta e torta,

e sempre uma palavra sem contexto.

— todo poeta é são?,
— não, não é.

fica sempre a inconsciência
sobre o ato de uma fala
que entre as nuvens de avião

faz piuí, piuí, piuí!

(03/11/2004)

este e outros poemas do autor fazem parte da obra "Esquizolira e Desalinho" publicada neste link:
http://perse.doneit.com.br/paginas/DetalhesLivro.aspx?ItemID=669
andré boniatti
Enviado por andré boniatti em 27/03/2006
Reeditado em 21/07/2011
Código do texto: T129260
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (andré boniatti). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
andré boniatti
Corbélia - Paraná - Brasil
288 textos (45244 leituras)
17 áudios (849 audições)
14 e-livros (767 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:17)
andré boniatti