Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

O Hino

Ouviu-se hoje um brado de socorro
é o povo implorando liberdade
Para deleite desse governante
que insiste com sua incapacidade

Se o senhor, lá do Planalto
conseguiu nos afundar com braço forte
Em teu seio a falsidade
atrofia e nos leva à própria morte

Ó pátria amada
Inflacionada
Salve-se, salve-se

Brasil, um sonho intenso, um raio vívido
de dívida e sufoco à terra desce
Em teu formoso céu risonho e límpido
a imagem da vergonha resplandesce

Gigante pela própria natureza
És belo, és forte, impávido colosso
Mas quem governa embaça essa grandeza

Terra adorada
Entre outras mil
És tu Brasil
Mal governada

Teus filhos sofrem sem razão, ó mãe
Pátria amada
Brasil

Deitado num abismo de miséria
ao som do mar e à luz do céu profundo
Os juros que o Brasil paga à América
daria pra fazer um novo mundo

E os grandões, dessa pátria
levam a vida aprontando e festejando
E o povo, que é maioria
vai lutando, pra viver se arrastando

Ó pátria amada
Endividada
Salve-se, salve-se

Brasil que você sirva de exemplo
que nenhuma nação siga ao teu lado
E diga o verde louro dessa flâmula
que um dia sairás desse enfado

Mas queira Deus que isso seja logo
Pois quanto mais demora, mais sofremos
É inflação, é imposto, é tanta coisa

Terra adorada
Entre outras mil
És tu Brasil
Mal governada

Teus filhos sofrem sem razão, ó mãe
Pátria amada
Brasil.
Bhall Marcos
Enviado por Bhall Marcos em 25/04/2005
Código do texto: T12941
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Bhall Marcos
Londrina - Paraná - Brasil, 48 anos
418 textos (28840 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:11)
Bhall Marcos