Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

UM DIALOGO SIM SENHOR

Se és um bom homem de bem
Chegue mais perto
Venha conosco
Venha lutar também
Contra os que tem
Pelo que não se tem
Tudo o que há neste mundo
É porque se merece ou se carece
Dou aqui um bom exemplo
Do dia que anoitece
Trás no  descanso o sono
Na balada o abandono
A decisão é do dono
na consciência vou vagando
sem lenço portanto sim senhor meu documento
minhas armas estão impressas nas páginas
debruçadas sobre a mesa
apanha-se na rua hoje em dia
pelos mesmos motivos que se apanhava
nos tempos da realeza
por ser pobre
por ser preto
automaticamente soma-se o adjetivo suspeito
não senhor não fiz nem faço direito
nem sou nem ao menos faço parte do lado esquerdo
sou um cabra sincero
batalhei desde muito cedo
sem saber ao certo o rumo que iria tomar
fui tocando a vida
sem desanimar
ouça bem meu senhor
digo verdades
sinceras como os gritos dos muitos que já estiveram em meu lugar
disfarçando a posição de homem
para não mais apanhar
não fique de proeza
preciso de comida para minha mesa
aceitar a submissão é sinal de fraqueza
do meu povo herdei a força
meu sangue não me deixa ficar calado
venha meu senhor passe para o meu lado
quem disse que estou errado
estamos todos fadados
a morrer pobres e ingratos
nunca serei vingado
se não fizer de meus dias
um campo minado
se pisarem sobre mim  explodo
o inimigo da gente é outro
é o lucro
o latifúndio
enquanto nos matamos
os poderosos riem
jogando dinheiro aos ares
comandando o mundo
este calvário profundo
deixa-me cada minuto mais puto
faço um alvoroço por dia
e lhe convido a vir em minha companhia
embarcar na vida longe da doutrina
mostrar a todos os que por ti cruzarem
um pouco de luz
um monte de verdade
encontrar a sua verdade
por seus caminhos
pelos seus trilhos
tal qual a chuva que cai lá fora
e escorre organizada nos vãos
dentro de si
está a salvação
no coração
na cabeça
na comunicação
nossa liberdade
por um pedaço de pão
para dar de comer a um irmão.


Marco Cardoso
Enviado por Marco Cardoso em 28/03/2006
Código do texto: T129772
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Marco Cardoso
Campo Grande - Mato Grosso do Sul - Brasil
1601 textos (34635 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:43)
Marco Cardoso