Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Na estrada da vida

( Débora Acácio 23/03/2006)
 
Na aurora de minha infância de um tudo vivi
E assim aprendi.
Aprendi que existiam crianças iguais a mim
mas que não eram "iguais" a mim
Algumas não tinham pai, mãe, vó ou vô.
Outras tinham pai e mãe mas não tinham alegria
Não sorriam como eu sorria todos os dias
 
Cresci....
E aprendi
Aprendi que as oportunidades da minha infância
que foram aproveitadas me tornaram uma jovem
melhor, por mais que a situação de meu país estivesse
pior.
Aprendi na escola da juventude
que tinha jovens que nem eu
com a mesma idade que eu
que eram mães ainda filhas.
Que eram "largadas" pelos ficantes, namorados..
E na minha escola via garotas e garotos
que nem eu, mas bem mais ricos que eu!
Que tinham tudo, carro, material escolar bom e
alguns importados mas comportavam-se como se
não nada tivessem principalmente
pai e mãe para educá-los
e entre uma conversa e outra ouvis as
minhas colegas as suas aventuras sexuais
comentar... eu.. calada ficava
e aprendi ali que tinha muito ainda a aprender
mas no tempo e momento exatos.
 
Caminhado na vida
aprendi que cada um tem seu momento,
sua cabeça e seu mundo
E que cada um deles precisava estar devidamente
equilibrado...
E tentando equilibrar sempre o momento presente,
as oportunidades, as alegrias e tristezas
Questionava-me sobre meu futuro.
 
Hoje é o meu futuro de ontem
E me pergunto o que vai ser do meu amanhã...
Mas hoje...
HOJE
estou aprendendo que o passado me serve como lição,
com boas ou m´s recordações
e que o futuro irá depender sempre do que
fizer hoje.
Caminhando estou aprendendo que tanto a palavra
como o pensamento possui um poder imenso.
Um poder de mudança que não imaginamos
que possa existir dentro de cada um de nós.
Hoje precisamos simplesmente saber viver.
 
Nossa  estrada pela vida traduz-se
a um passado bem compreendido,
a um presente bem vivido e
a um futuro bem colhido
e a semente encontra-se
em nossas mãos sempre
no momento presente!
Débora Acácio
Enviado por Débora Acácio em 28/03/2006
Código do texto: T130047
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Débora Acácio
Salvador - Bahia - Brasil, 44 anos
557 textos (18498 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 21:41)
Débora Acácio