Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AH! MEU AMOR.

Aí, meu amor,
Já vai embora,
Este samba não demora
Para dizer adeus.

Aí, meu amor, minha toada,
Vou cantar lá na calçada,
Relembrando os tempos meus,
Um simples momento,
Cantando de encantamento.

Aí, meu amor me disse adeus,
Chorar assim não adianta mais,
Vou embora.
Vou ficar?
Pelas ruas aonde vais?
O meu perdão
Chore comigo.

Minha viola,
que aqui fico me consola,
desta tanta dor que chora,
sem saber que me consola.

Minha viola,
a extensa dor pede licença,
pra cantar na insistência,
desta dor que vai embora.

(D`Eu)
Sidnei Levy
Enviado por Sidnei Levy em 25/04/2005
Código do texto: T13009
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Sidnei Levy
Campinas - São Paulo - Brasil, 71 anos
298 textos (20820 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 17:20)
Sidnei Levy