Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Auto-reconhecimento

No mundo da guerra, não faço a guerra
No mundo da paz, não faço a paz
Na vida, eu não sou nada
Nada além de mais um entre os demais.

Sou um fútil procurando ser útil
Busco a utilidade em meio à futilidade
Não percebo que sou um inútil
E que a própria vida é uma inutilidade.

Mas mesmo assim sou feliz
Pelo menos em algo não fiquei ao léu
Perante a inutilidade da vida,
Eu cumpri o meu papel.
Inútil.
Daniel Bartholomeu
Enviado por Daniel Bartholomeu em 30/03/2006
Código do texto: T131209
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Bartholomeu
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
48 textos (3764 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:20)
Daniel Bartholomeu