Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Encontrado

Perdi tempo esperando por alguém.
Perdi tempo esperando até agora.
-Mas perdeu quem? -Não me pergunte agora:
perdi tempo esperando por ninguém!

Querem-me expulso, como morto, aquém
de afeições, de conversas; hoje e outrora
têm me posto de sua casa pra fora...
Ora, então me puseram bem além!

Estou sozinho -o mundo nem disfarça;
estarei como vós, ipês e flores:
mudo mas sóbrio e belo de nudez.

Mas, breve, neste banco, nesta praça,
os outros estarão namoradores
dessa simples e enorme pequenez!
Aleister Dostoiévski
Enviado por Aleister Dostoiévski em 02/04/2006
Código do texto: T132441
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Aleister Dostoiévski
Nova Friburgo - Rio de Janeiro - Brasil, 35 anos
6 textos (180 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 11:58)
Aleister Dostoiévski