Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Vida de pobre



Todos os dias se levanta antes do sol
pega correndo o trem da Central
sem se despedir da mulher
porque o tempo é curto.
Chega ao trabalho já cansado, amassado
para ganhar seu pão salgado de suor e sangue.
Bate o cartão como máquina
e entra na rotina diária.
Volta para casa, amassado, cansado,
os filhos dormindo, a mulher esperando
chorando porque não tem o que jantar.
Vai dormir de barriga vazia
que amanhã é outro dia,
acordar cedo e batalhar.
Fim do mês o salário
magro, mirrado
mas vai se levando a vida,
dinheiro só pra comida
e quando dá, fazer uma fezinha no bicho,
quem sabe o dia o milhar...
Vida de pobre é isso:
sonhar de barriga vazia.

Mauro Gouvêa
Mauro Gouvêa
Enviado por Mauro Gouvêa em 02/04/2006
Código do texto: T132701

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Mauro Gouvêa - www.recantodasletras.uol.com.br/autores/maurogouvea). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Mauro Gouvêa
Alfenas - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
432 textos (56494 leituras)
3 áudios (837 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 12:20)
Mauro Gouvêa