Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Promete

Poema dedicado à minha bela amiga Martina, imensa amiga, enorme viajante, ser humano de envergadura enorme, do tamanho do mundo que ela palmilha incessantemente

Promete

Juras
De amor para sempre
Que ambos sabemos
Irem morrer no presente…
Promete
Na nossa despedida
O que te peço a seguir
Pois perpetuamente serás de alguma forma querida
Promete:
Que a tua ambição
Vai ter o tamanho do céu
E dos tempos que ai virão
Promete
Amar a ética
Como quem amas quem não queres deixar
Promete
Pois por estranhos caminhos te podes deixar levar
Promete
Nunca abandonar o credo
More ele no Vaticano ou no Islão
Ou mesmo que não more em lugar nenhum
Pois ele é a tua senha secreta para a imensidão
Promete
Honrar os teus antepassados
Pois nas horas difíceis
Serão eles o teu invisível amparo
Promete
Viver em paz
E da paz fazeres a tua religião
Promete
E terás de mim a suprema bênção
De quem nada viu
De quem tudo quer ver
Pois na confluência das vivências
Se faz um ser
Promete

 Poema protegido pelos Direitos do Autor
Miguel Patrício Gomes
Enviado por Miguel Patrício Gomes em 05/04/2006
Reeditado em 06/04/2006
Código do texto: T133988

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Miguel Patrício Gomes
Portugal
5079 textos (170383 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:44)
Miguel Patrício Gomes