Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MASCARADO



Abstrata sinto a tua presença ausente
Aguça sentidos a procurar o que estais a esconder?
O obvio da distancia, vais dizer ou terei eu de falar.
Existe barreiras onde  o pensamento não possa ir,

Subjugas a nitidez da comédia, que criaste,
Espectadora  estou a aplaudir o enlace
Dos momentos a refletir,  que delirante ...
Até as flores ofereceu-me a sorrir.

Enganas a quem? – aprendiz ainda,
Exposto a mentiras, a serem descobertas.
Torturando a alma não fazes assim
Em desventura, acabes com esta tragédia.

Ilusão, insatisfação, forçou  a tomares uma decisão.
Dupla traição aconteceu...
Quando me chamou de amor

Tenha coragem, tire essa máscara.
Viva sem fantasiar, pois a inteligência de um ser
Não foi feita pra  saber enganar.

Com voz mansa, disfarçada de cordeiro.
Iludiu-me sem pensar que deixaria pesadelos,
Inda  assim surpreende a alma,
Este  cinismo  enlouquece e mim trás dor,

Tire  esta máscara  eterno sedutor.


 






Morgana Rosa
Enviado por Morgana Rosa em 19/11/2004
Código do texto: T135

Copyright © 2004. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Morgana Rosa
Salvador - Bahia - Brasil
248 textos (11204 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 12:54)
Morgana Rosa