Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A FALTA DE QUE SE FAZ*

       Sorri com tranquilidade quando a chuva cai no teu rosto, as verdades são lavadas todas as manhãs com o pôr-da-lua... Semeandotempestades, colheremos apenas luvas de prata da senhora raivosa, piedade meu Deus, que ainda sou imperfeita, cheia de retalhos ao chão...
       Paris me saúda hoje, sou a mais triste das crisálidas, o arlequim de ouro nas ruas desertas do Cairo, sou alguém em busca de ninguém...
       Quando os dias se tornam sombrios, é porque a vida esta sem vida, o sal não tempera mais, a carne virou-se em verme...
       A paisagem de minha infância, nada mais é do que um guarda-chuva aberto na praia... Desespero e desejo, duas palavras muito parecidas, quase gêmeas...
       Não desperdiçes um minuto sequer, olhe para a lua, sentindo seu imenso poder de sedução, seu canto incessável...
       Muitas são as belezas, mas poucos são os olhos que conseguem vê-las, pois a mentira anda disfarçada de palhaço de circo num dia de outono.
       Antes que eu morra, traga-me um arranjo de tulipas holandesas, acompanhadas de um bom vinho francês.
       A saudade está aprisionada nos vidros amarelos dos Jardins da Babilônia.
       Meninas de olhos azuis choram o azeite que não fora jamais derramado, assim como pétalas de jasmins que são eternas...
       Meus sonhos não passam de vontade comedida, assustada, não impressa, não prazerosa...
       Sou fútil em acessos de desespero, sou dama em momentos de solidão, mas sempre me esqueço de ser eu mesma na loucura, esqueço de ser feliz, passo por esta vida.. assim como uma abelha sobrevoa a beleza das flores...
       Sou triste, melancólica e comedida, sou máscara descrente... Poesia.

------------------------------------------------------------
Olá,

Peço a gentileza dos que deixarem comentários críticos, que sejam limitados à avaliação do meu texto, sem utilizar termos íntimos, que não me agradam em nada. Por ex: "Beijos", "querida", e demais colocações, que desvie a real intensão aqui,  ok?

Espero a compreensão de vocês.

Muito Obrigada.


                                              Gramado/1999
Janaína Poletti
Enviado por Janaína Poletti em 07/04/2006
Reeditado em 07/04/2006
Código do texto: T135212

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Janaína Poletti
Gramado - Rio Grande do Sul - Brasil, 56 anos
134 textos (11166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 04:05)
Janaína Poletti