Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ai Amor...


Foi amor que fiz contigo
Nesse Inverno que findou
Foi esse o grande castigo
Que tua alma passou

Uma rosa tu me deste
Vinha envolta em ternura
Junto com ela vieste
Gozar a tua ventura

Mas esqueceste alma minha
Que existe o coração
Chupaste-me a maminha
Eu fui a tua ilusão

Quando de ti dei o fora
Porque outro já amava
Vis-te que chegou a hora
E que a mama acabava

Mas querido a vida é isto
Quando não existe amor
 Num dia um eu conquisto
E o gozo com ardor

E no dia que passou
Já o estou a esquecer
Foi bom mas acabou
E isto é que é viver

Só um homem eu quero ter
E esse lhe dou meu carinho
O amarei enquanto viver
O sacana do meu priminho


Baronesa de Vilalice ( Suspirando pelo primo.aiiiiiiiii )

Mas que coisa que chatice
Eu afinal até sei amar
Mas nesta vida a sonhar
Sou Baronesa de Vilalice


Baroo   para os amigos. hihihihihihihihihihihi
Baronesa de Vilalice
Enviado por Baronesa de Vilalice em 08/04/2006
Código do texto: T135985
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baronesa de Vilalice
Portugal, 52 anos
71 textos (8119 leituras)
12 áudios (5757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 06:02)
Baronesa de Vilalice