Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

A NOITE URBANA

Brilham no vento as luzes vigilantes
dos candeeiros públicos,
fogueiras
para as noites húmidas,
agitam-se as cortinas
da janela que tosse,
enquanto dois vultos
se esquivam aos últimos olhares,
entre as varandas dos prédios
há quem procure
num quarto nu a intimidade.
João Tomaz Parreira
Enviado por João Tomaz Parreira em 09/04/2006
Código do texto: T136223
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
João Tomaz Parreira
Portugal, 69 anos
14 textos (761 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 20:33)
João Tomaz Parreira