Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Não fume …. Hihihihihi


Desta vez estou de acordo
Como o nosso desgoverno
Na verdade faz transtorno
O fumo… Esse estafermo

Eles resolveram proibir
Fumar em recintos fechados
Como o quarto de dormir
E em mais alguns lados

Nisso tem todo a razão
Não se deve fumar
Se eu fumo, todos fumarão
Mas sou eu só a pagar

Numa sala todo o mundo a fumar
E só a pobre Baronesa a pagar
É coisa para mim injusta
Todos a fumar à minha custa


Que comprem se querem fumar
Nada de fumar em recintos fechados
Para a nossa saúde preservar
E pronto já estamos conversados

Façam amor e não fumem
É assim que eu vou fazer
É bom que se acostumem
Que o amor dá mais prazer

Baronesa de Vilalice

Aiiiiiiiii  o meu priminho fuma tanto…. Sniff    E eu pois, sem coiso…
Que coisa triste…


Mas que coisa que chatice
Eu afinal até sei amar
Mas nesta vida a sonhar
Sou Baronesa de Vilalice


Baroo   para os amigos. Hihihihihihihi  Só para o primo, sou aquela gaja snifff

Baronesa de Vilalice
Enviado por Baronesa de Vilalice em 12/04/2006
Código do texto: T138064
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Baronesa de Vilalice
Portugal, 52 anos
71 textos (8119 leituras)
12 áudios (5757 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 00:34)
Baronesa de Vilalice